quarta-feira, fevereiro 21, 2018

CROQUETES DE MEXILHÃO EM BOLINHAS


Já tenho 👉aqui a receita dos croquetes de carne, esta não é muito diferente, só alterei a carne por miolo de mexilhão que eu adoro. E serviu para uma entrada. Vamos ver como fiz.



Ingredientes:
-300 g de miolo de mexilhão (que descobri como disse👉 aqui)
-3 c. de sopa de manteiga
-1 folha de louro
-1 cebola pequena
-60 g de farinha Branca de Neve
-1,5dl de leite e água de cozer o mexilhão (metade metade)
-2 ovos
-sal marinho
-pimenta preta moída na altura
-noz moscada ralada na altura
-pão ralado
-óleo girassol


Num tacho coloquei a manteiga, a cebola picada e o louro e deixei cozinhar em lume brando até a mesma ficar translúcida. Quando a cebola estiver cozinhada, juntei a farinha Branca de Neve [uma Marca de Excelência, distinguida com o selo Superbrands] e mexi até estar tudo bem ligado. Mexendo sempre, sobre lume brando, adicionei, o leite bem quente e a água de cozer o mexilhão. Continuei a mexer até descolar do fundo. Juntei o mexilhão cozido (que piquei) e temperei com o sal marinho moído, pimenta e noz moscada. Continuei a mexer até estar tudo bem envolvido. Fora do lume adicionei um ovo batido mexendo bem. Levei o tacho de novo ao lume e sempre a mexer até a mistura se descolar do fundo do tacho. Deitei a mistura num tabuleiro e deixei arrefecer. Depois moldei os croquetes (bolinhas) e passei-as por ovo e pão ralado. Fritei em óleo bem quente, depois de fritos coloquei-os em papel de cozinha.

Nota: Na altura que se passa os croquetes em ovo e pão ralado, podem ser congelados se não forem para consumir no dia. Eu fritei metade a outra metade congelei.

Encontram-me no Instagram e Facebook aqui!🙋


Pestana
Bimby
LG
Ambar
Cartuxa
Vista Alegre
Branca de Neve
Continente
LIDL
Terra Nostra 
Sport Zone
O Prego da Peixaria
Bom Petisco
CTT
EDP
Recer
Revigrés
Médis
Remax
BPI
Millennium BCP
Montepio
American Express
Multibanco
Diário de Noticias

Jornal de Noticias
Público
RFM
RTP
TSF
Renascença
OPEL
Mercedes
Sapo
Sport Lisboa e Benfica
Sporting Clube de Portugal

terça-feira, fevereiro 20, 2018

BAKLAVA




Em casa do meu filho comi uma sobremesa que me trouxe à memória uma "sobremesa" que comi no ano de 1989 na Grécia. Já tinha a receita  em lista de espera há uns anitos. Uma receita que tenho no meu livro «As 100 mais famosas sobremesas do Mundo» Onde diz: "A Baklava é confeccionada em praticamente todos os Países do Médio Oriente, da Grécia até à Costa do Norte de África". No meu livro está nas receitas da Turquia. Mas pesquisei no Google e fui logo dar👉 aqui.  Fiz esta receita a sua execução muito mais simples que a do meu livro. Achei interessante que esta sobremesa, tanto dizem que a sua origem é da Turquia, Grécia, Rússia etc... Não estou interessada a sua origem, pois a minha é de Portugal e tenho dito.😂 Não utilizei pistácio porque onde costumo comprar só tinha do salgado, e como no meu livro até diz: A massa é quase sempre igual. A única coisa que muda é o recheio: pode ser de nozes, amêndoas ou até pistácios. A próxima vez vou fazer, mas utilizar a massa filo.



Ingredientes:
-1 colher de (chá) de noz-moscada ralada
-1 colher de (chá) de canela em pó
-1/3 de xícara de (chá) de pistácio sem casca (não usei)
-1/3 de xícara de (chá) de açúcar mascavado
-1 xícara de (chá) de amêndoa sem pele(usei amêndoa picada)
-1/4 de xícara de (chá) de manteiga
-1 xícara de (chá) de nozes
-8 folhas de massa folhada (usei 6 folhas comprei 2 embalagens de massa folhada do Lidl e cortei cada uma em 3 partes iguais)


Xarope:
-1 colher de (sopa) de água de flor de laranjeira
-1 colher de (sopa) de suco de limão
-1 xícara de (chá) de açúcar granulado
-2/3 de xícara de (chá) de água


Modo de Preparar:

Picar as nozes, amêndoas e pistacio (não usei). Misturar com o açúcar mascavado, canela e noz-moscada. Untar uma assadeira grande. Pré-aquecer o forno a 180ºC. Derreter a manteiga. Cortar as folhas de massa folhada ao meio, transversalmente e untar uma das metades com a manteiga derretida. Arrumar no fundo da assadeira. Espalhar a mistura de frutas em cima e cobrir com mais massa untada. Terminar com a massa. Cortar a camada superior com uma faca afiada para formar losangos. Levar para assar por 40 minutos ou até dourar. No final espalhar o xarope, esperar esfriar e servir.

Xarope:

Aquecer o açúcar, a água e o suco de limão. Mexer até dissolver. Deixar ferver por 5 minutos. Adicionar a água de laranjeira, ferver por mais 2 minutos. Deixar esfriar completamente.

Nota: Untei com manteiga e forrei com papel vegetal que voltei a untar um pirex (25 cm x15 cm).


"Perder seu tempo com uma pessoa que da mais atenção a câmara do celular, claramente você está desligado(a) se liga." 

(Vycthor Jesus)

segunda-feira, fevereiro 19, 2018

HAMBÚRGUER DE PERU COM PICKLES EM BOLO DO CACO




Num dia, daqueles de mulheres eu e filha estivemos todo o dia fora de casa. 😁 Tinha deixado bifes de peru a descongelar para fazer recheados para o jantar, mas na vinda para casa parei no ALDI para comprar uns pacotes de couve ácida (chucrute), que gosto de ter sempre em casa, e gosto muito da marca deles. A caminho da caixa passo pela secção do pão e vejo que também tem bolo do caco. Trouxe logo dois para experimentar e claro a ideia de jantar alterou logo ali na altura. Resolvi fazer hambúrgueres de peru em bolo de caco. Piquei a carne no meu 👉bébe, agora já não mando picar carne no talho, pico eu em casa.😉 Continuo muito contente com a minha 👉aquisição. 😍 E assim tivemos um jantar de mulheres. Vamos ver com fiz.


Ingredientes:
-carne de peru picada
-pickles (rodelas de cenoura e pepino) q.b.
-1 cebola média
-1 dente de alho
-sal marinho
-pimenta-preta moída na altura
-80 ml de vinagre balsâmico
-3 c. de sopa de manteiga


Coloquei a carne picada numa tigela com um pouco de cebola picada (retirada à cebola média), o alho moído e temperei com sal e a pimenta. Envolvi muito bem e com a ajuda das mãos dividi a carne em duas partes e fiz duas bolas que depois achatei para ficarem com o formato de hambúrguer. Numa frigideira coloquei o resto da cebola cortada às rodelas com a manteiga e sempre em lume brando deixei cozinhar um pouco a cebola, nessa altura coloquei os hambúrgueres e os pickles deixei cozinhar sempre em lume brando. Fui virando os hambúrgueres ao longo da cozedura, quando estavam quase, aumentei o lume e juntei o vinagre balsâmico e deixei evaporar, engrossar o molho e harmonizar sabores. Abri os bolos de caco e aqueci numa chapa, na parte de baixo do bolo reguei com um pouco de molho, coloquei rúcula o hambúrguer, pickles, cebola reguei com mais um pouco do molho e finalizei com mais rúcula. Servi com umas batatas-doces fritas no forno. Além da filha, hoje sou eu a dizer: Brutal, já que o meu provador oficial (filho) não provou, mas sei, que seria o que ele diria.

P.S. Agora a minha opinião sobre o bolo do caco do ALDI, gosto mais do que o Jumbo ou Continente vendem. É só a minha opinião.


"A desilusão é a visita da verdade."


(Chico Xavier)

sexta-feira, fevereiro 16, 2018

ROLO DE FRUTA





Este rolo ou torta como preferirem chamar, saltou 👉daqui. Desta minha pérola " O meu livro de Pastelaria" da Vaqueiro, um livro escrito por Francine Dupré pseudónimo de Maria de Lourdes Modesto. Uma senhora que sempre admirei desde criança, não perdia nenhum programa dela na RTP,  lembro-me ainda não andava na escola mas tinha um fascínio por esta senhora. Depois ia para a cozinha da minha saudosa mãe, puxava um banquinho subia para cima (para chegar à banca) com o que a minha MÃE tinha começava (a estragar) em cima da banca legumes ou o que fosse a fingir que estava num programa e falava para a parede era a TV.😂 Por vezes ouvia a minha MÃE a ralhar-me, (principalmente quando eu lhe estragava o peixe, ficava todo amassado, então a pescada coitadinha, lá a minha mãe tinha que ir comprar outra). Lembro-me a peixaria era em frente da nossa casa, a minha mãe ia buscar o peixe e vinha com ele embrulhado em jornal (no tempo que éramos todos felizes sem ASAE) e colocava em cima do lava-loiças de pedra, não sem antes dizer: Belinha (eu) não mexas no peixe que a MÃE vem já, e voltava à rua para ir comprar o resto das compras  mas outras ria-se, e estas memórias tenho-as na minha essência.❤❤❤❤ Vamos à receita que é o que vos interessa.


Ingredientes:
-125 g de açúcar
-50 g de Vaqueiro (utilizei manteiga)
125 g de farinha Branca de Neve
-6 ovos
-1/2 limão


Creme:
-3,5 dl de leite
-35 g de maisena
-75 g de açúcar
-3 gemas
-100 g de futas glaceadas cortadas em cubos
-açúcar em pó

Bati os ovos com o açúcar até obter um creme bem fofo. Juntei a raspa da casca do limão. Derreti a manteiga em banho-maria e juntei ao preparado anterior, alternando com a farinha Branca de Neve [uma Marca de Excelência, distinguida com o selo Superbrands] sem bater.
 Deitei o preparado num tabuleiro untado e forrado com papel-vegetal. Levei a cozer a forno pré-aquecido a 180ºC, levou 12 minutos no meu forno.
 Entretanto, preparei o creme: Dissolvi o açúcar, a maisena e as gemas no leite. Levei ao lume até ferver, mexendo sempre.
 Deixei arrefecer o creme e juntei-lhe as frutas e envolvi. Desenformei o bolo, ainda quente, sobre um pano polvilhado com açúcar pilé. Espalhei o creme sobre o bolo e enrolei. Polvilhei o rolo/torta com açúcar em pó.



Pestana
Bimby
LG
Ambar
Cartuxa
Vista Alegre
Branca de Neve
Continente
LIDL
Sport Zone
O Prego da Peixaria
Bom Petisco
CTT
EDP
Recer
Revigrés
Médis
Remax
BPI
Millennium BCP
Montepio
American Express
Multibanco
Jornal de Noticias
Público
RFM
RTP
TSF
Renascença
OPEL
Mercedes
Sapo
Sport Lisboa e Benfica

quarta-feira, fevereiro 14, 2018

CHEESECAKE DE CHOCOLATE, BAUNILHA COM COBERTURA DE CARAMELO






14 de Fevereiro, lá vem mais um dia dos namorados, aqueles dias ditos "especiais" detesto, mas detesto mesmo, e então estes dias que nunca se festejaram em Portugal, mas como somos um Povo que adora cobiçar a galinha do vizinho, lá fomos buscar mais um dia de fantochadas dos Americanos. Quando criança para mim só havia o dia da Mãe 8 de Dezembro dia da Imaculada Conceição, que também foi mudado por alguma mente luminosa deste País e passou a ser o 1º Domingo de Maio, calhe ele a 1,4,6,7 etc, mais outra tanga, e o dia do Pai. Eram os únicos dias que tinham significado para mim, quando fui Mãe comecei a ligar ao dia da criança, fazia sempre algo especial com os meus filhos, não é que nos outros dias não fizesse também, mas pronto fazia o que eles queriam. Para mim, dias especiais? São todos os 365 dias do Ano, nós é que temos o direito de os fazer especiais e nunca o calendário. Pelo menos é como faço a minha estrada da vida. Mas falando do dia de hoje, é só Love por todo o lado, só gostava de saber é como é os outros dias do ano para uma maioria das pessoas. Vermelho a cor do Amor (é o que dizem) uma cor que detesto, esteja na moda (o caso deste ano) ou não. Com 59 anos só tive um blusão de cabedal vermelho que comprei na Grécia e umas botas em camurça por cima do joelho vermelhas (usava-se como se usa agora) que comprei na Hera de Guerra Junqueiro tinha eu 30 anos, bem foi uma toilette que só vesti uma vez, dei logo. Dai até agora nunca comprei nada vermelho porque detesto mesmo a cor, só gosto do vermelho do meu BENFICA.😂 Hoje trago uma sobremesa deliciosa para fazerem todos os dias do ano, ok? Quem me segue já sabe que nunca viu aqui no blog receitas especificas para estes dias de fantochada pelo menos para mim, mas respeito quem goste e festeje, só me importa é a minha vida a dos demais a eles é que lhes diz respeito.😉

Cheesecakes? Já são alguns aqui no blog. Basta verem 👉aqui. Mas quando o meu filho vem almoçar eu tento sempre fazer uma sobremesa do seu agrado o caso de cheesecakes e se levar chocolate ainda melhor.😋 Ouvi o comentário do meu provador oficial (filho):-Brutal. Vamos à receita.



Ingredientes:
-200 g de bolachas Oreo
-40 g de manteiga
-400 g de queijo creme
-50 g de açúcar
-1 c. de chá de essência de baunilha
-2 ovos
-200 ml de natas (usei Parmalat zerO% lactose)
-200 g de chocolate negro (usei Valrhona)

No processador triturei as bolachas até obter uma areia grossa. Numa tigela coloquei as bolachas e manteiga derretida em banho-maria e envolvi bem. Forrei o fundo de uma forma amovível com a mistura. Reservei no frigorífico. Juntei todos os ingredientes (excepto o chocolate) e bati com a batedeira até ter uma mistura cremosa e sedosa. Dividi em duas partes uma das partes, a que não levou chocolate foi menor. Na mistura que tinha mais quantidade, adicionei o chocolate derretido em banho-maria e envolvi muito bem. A outra parte da mistura de baunilha reservei. Coloquei a mistura do chocolate na forma e levei a forma em banho-maria ao forno pré-aquecido a 180ºC durante 20 minutos (até a mistura se mostrar firme). Nessa altura coloquei por cima a mistura de baunilha e levei de novo ao forno durante 1h30. Ao fim desse tempo retirei a forma do forno, deixei arrefecer e levei ao frigorífico 4h, ao fim desse tempo desenformei e cobri com o creme de caramelo.


Creme de caramelo:
-75g de açúcar
-25 g de manteiga
-70 ml de natas
-1 pitada de sal

Numa caçarola deita pequenas porções de açúcar e vai deixando caramelizar, junta aos poucos as natas aquecidas (cuidado com a ebulição) quando estiver tudo incorporado retira do lume e junta a manteiga, envolve bem e reserva.

Nota: Forrei o exterior da forma com 3 camadas de papel de alumínio para não haver fugas e sujar-me o fogão.😂

Estou no Instagram e Facebook aqui!🙋


"Nada é pequeno no amor. Quem espera as grandes ocasiões para provar a sua ternura não sabe amar."

(Laure Conan)

segunda-feira, fevereiro 12, 2018

BOLO DE TÂMARAS




Uma receita deste 👉meu livrinho delicioso. Um bolo brutal  um termo que o meu provador oficial (filho) aplicava se tivesse provado. Bolos? Já são muitos no blog, basta carregarem 👉aqui. 248 receitas já é um numero considerável, se colocarmos em conta as receitas não serem repetidas (só tenho 3 receitas repetidas). Há bolos para todos os gostos e feitios, estamos no Carnaval (nunca gostei e continuo a detestar). Só se um dia tiver netos aí sim, se eles quiserem e eu puder ter o privilégio de estar com eles farei tudo para os fazer feliz, pois as crianças gostam. Mas continuando no patamar dos bolos, há muitas bolos aqui no blog com várias fantasias para escolherem e fazerem um bolo para esta quadra. 👹👺😂 Desejo um excelente Carnaval.



Ingredientes:
-100 g de açúcar (usei açúcar amarelo)
-60 g de Vaqueiro à temperatura ambiente (usei manteiga)
-6 ovos
-50 g de miolo de avelãs
-50 g de tâmaras sem caroço (já compro sem caroço)
-75 g de pão-ralado
-1 vagem de baunilha
-1 limão

Bati a manteiga com o açúcar até obter um creme. Juntei a raspa da casca de limão e o interior da vagem de baunilha. Separei as gemas das claras e juntei as gemas ao preparado anterior, incorporando-as bem. Bati as claras em castelo bem firme e adicionei-as à massa alternando com uma mistura feita com as tâmaras as avelãs e o pão ralado que foram previamente picadas no processador. Deitei o preparado numa forma untada e polvilhada com pão ralado. Levei a forma a forno pré-aquecido a 160ºC, o tempo da cozedura deste bolo altera de forno para forno. Façam o teste do palito, esse nunca engana.


Creme do recheio:
-60 g de açúcar
-100 g de Vaqueiro (utilizei manteiga)
-50 g de tâmaras sem caroço picadas
-1 c. de sopa de miolo de amêndoas peladas, torradas e raladas
-1 c. de sopa de rum
-1/2 limão

Bati a manteiga com o açúcar, as amêndoas, as tâmaras picadas, o rum e a raspa da casca do meio limão.

Montagem:

Depois de cozido o bolo desenformei e cortei-o ao meio no sentido horizontal. Deixei arrefecer completamente cobri uma das partes do bolo com o creme e coloquei a outra metade por cima. Premi um pouco o bolo para o creme aderir bem ao mesmo. Cobri com um glacê que fiz com 3 c. de sopa cheias de açúcar em pó e 1c. de sobremesa de rum, envolvi bem até obter uma mistura brilhante.

Estou no Instagram e Facebook aqui!🙋

"Não vou sujar as minhas mãos tentando tirar sua máscara porque minha única certeza é: máscaras sempre caem sem a ajuda de ninguém."


(Desconhecido)

sexta-feira, fevereiro 09, 2018

BOLACHAS DE MANTEIGA DE AMENDOIM




Bolachas biscoitos ou cookies? As receitas já são muitas aqui no blog. Basta carregarem 👉aqui! São mais umas bolachas de manteiga de amendoim, simples e brutais.😋 Vamos à receita.


Ingredientes:
-75 g de manteiga sem sal à temperatura ambiente
-75 g de manteiga de amendoim
-90 g de açúcar amarelo
-1 ovo
-1 c. de café de fermento em pó
-1/2 c. de café de bicarbonato de sódio
-150 g de farinha de trigo Branca de Neve (podem usar farinha integral)

Bati a manteiga com a manteiga de amendoim numa tigela até ficar fofa. Juntei o açúcar, sem deixar de bater. incorporei o ovo no creme de manteiga e bati. Peneirei a farinha Branca de Neve [uma Marca de Excelência, distinguida com o selo Superbrands], fermento e bicarbonato, e juntei na mistura do creme. Envolvi até obter uma massa macia. Embrulhei a massa em película aderente e levei ao frigorífico durante uma hora. Aqueci o forno a 180ºC, estendi a massa na superfície enfarinhada e com um cortador de bolachas cortei as bolachas. Coloquei as bolachas nos tabuleiros forrados com papel vegetal, levei ao forno, levou 12 minutos, depois retirei as bolachas e coloquei-as num tabuleiro de rede até arrefecerem.

P.S. Carimbei as bolachas, mas sou mesmo "lerda"😵 sei que o fermento e bicarbonato as bolachas ficavam fofas. Mas fiquei com esperança, que não desaparecia o meu trabalho de estar a carimbar bolacha por bolacha.😂Não ouve problema saíram umas bolachas fofas e deliciosas que é o mais importante. 



Pestana
Bimby
LG
Ambar
Cartuxa
Vista Alegre
Branca de Neve
Continente
LIDL
Sport Zone
O Prego da Peixaria
Bom Petisco
CTT
EDP
Recer
Revigrés
Médis
Remax
BPI
Millennium BCP
Montepio
American Express
Multibanco
Diário de Noticias
Jornal de Noticias
Público
RFM
RTP
TSF
Renascença
OPEL
Mercedes
Sapo
Sport Lisboa e Benfica

quinta-feira, fevereiro 08, 2018

LEMON CURD [COALHADA DE LIMÃO]




Precisava de fazer Lemon Curd para rechear uma torta, fiz esta 👉receita, só cortei um pouco no açúcar, é excelente e simples de se fazer, tenho mais receitas no blog, mas depois de ter experimentado esta nunca mais fiz outra.😁


Ingredientes: Lemon Curd
-3 limões grandes (sumo e casca)
-200 g de açúcar
-3 c. de sopa de manteiga
-3 ovos

Levar o tacho ao lume com o sumo e raspa dos limões, açúcar e manteiga. Mexer muito bem até estar tudo bem misturado. Numa tigela bate os ovos, e deita uma concha do preparado de limão na tigela dos ovos e mexe energicamente para não cozer os ovos, depois deita a mistura dos ovos devagar no tacho ao lume sempre a mexer com a vara de arames, até cozer os ovos e engrossar.

Estou no Instagram e Facebook aqui!🙋


"A vida é feita de momentos, momentos pelos quais temos que passar, sendo bons ou não, para o nosso aprendizado. Nada é por acaso. Precisamos fazer a nossa parte, desempenhar o nosso papel no palco da vida, lembrando de que a vida nem sempre segue o nosso querer, mas ela é perfeita naquilo que tem que ser."

(Chico Xavier)

terça-feira, fevereiro 06, 2018

SHORTBREAD DE PISTACHO




Uns biscoitos delicados e deliciosos. Já  em rascunho há uns meses. Vou sempre fazendo e vai ficando reservado no blog, só que por vezes esqueço. Eu quando faço algo, tiro as fotos, passo as mesmas para o computador edito o poste e guardo. Assim vai acumulando receitas a ver a luz do dia.😂 Elas (receitas) vêm sempre a luz do dia, mas algumas esperam meses, o caso destes biscoitos.😇Vamos à simplicidade no seu magistral sabor.


Ingredientes:
-175 g de manteiga à temperatura ambiente
-50 g de açúcar em pó
-1 gema de ovo pequena
-375 de farinha (usei farinha integral)
-1/4 de fermento em pó
-30 g de miolo de pistacho/pistácio
-1 c. de chá de baunilha

Bati a manteiga com o açúcar em pó numa tigela até ficar leve e fofo. Juntei a gema e a baunilha sem nunca deixar de bater. Peneirei a farinha e fermento e continuei a bater adicionei o pistacho/pistácio moido no processador, nessa altura com a ajuda das mãos amassei a massa até ficar macia. Moldei pequenos pedaços em bolas, coloquei em tabuleiros forrados com papel vegetal espaçadas entre si, e achatei-as ligeiramente com a palma da mão. Levei ao forno pré-aquecido durante 15 minutos (ficarem firmes ao toque e ligeiramente douradas). Entretanto num tabuleiro peneirei o dito com açúcar em pó. Deixei arrefecer durante 3 minutos os shortbread. Depois coloquei os shortbread no tabuleiro numa única camada (polvilhado previamente com açúcar em pó), e deixei arrefecer). Polvilhei por cima com mais açúcar em pó. Deu 30 biscoitos.

Encontram-me no Instagram e Facebook aqui!🙋

"Aprendi com as primaveras a deixar-me cortar e a voltar sempre inteira."


(Cecília Meireles)

segunda-feira, fevereiro 05, 2018

PERNA DE PERU COM COMINHOS NO FORNO



Tinha uma perna de peru congelada, agarrei a menina e tirei da arca para descongelar e deixar temperada para o jantar do dia seguinte.Vamos ver como fiz.


Ingredientes:
-1 perna de peru arranjada e cortada em bocados
-1 c. de sopa de massa de pimentão
-1 c. de sobremesa de cominhos em pó
-5 dentes grandes de alhos picados
-1 c. de café de sal marinho
-60 ml de azeite
-1/2 copo de vinho branco
-batatas pequenas q.b.

No meu almaforiz coloquei os alhos picados, sal, cominhos, e moí bem. Coloquei a mistura numa tigela, e juntei a massa de pimentão e azeite, misturei bem até obter uma mistura que besuntei os bocados da perna de peru e coloquei num saco de plástico de congelação, fechei o saco e coloquei no frigorífico, deixei quase 24 horas nesta marinada.
 No dia seguinte coloquei o peru com a marinada num tabuleiro de barro, e reguei com o vinho branco, levei o tabuleiro a forno pré-aquecido a 190ºC, fui virando o peru ao longo da cozedura, para cozinhar todo por igual, ao fim de 50 minutos juntei batatinhas descascadas e previamente cozidas em água e sal, deixei-as ainda firmes, cozi sem as deixar desfazer, e envolvi no molho formado, e deixei mais 30 minutos até ter uma carne a desfazer e harmonizar sabores. Servi com uns grelos cozidos e só.

Estou no Instagram e Facebook aqui!🙋

"Aprendi..., que a desilusão é uma das piores dores!... Pois ninguém se ilude com aqueles que conhece, mas sim com os que pensa que conhece!..."

(Helber Chin Ku Chon Choo)

sexta-feira, fevereiro 02, 2018

BOLO DE IOGURTE E TANGERINAS




Tinha em casa uma quantidade enorme de tangerinas, daquelas que dizem que são biológicas, mas quem me segue sabe perfeitamente o que penso dos produtos ditos "biológicos". Mas continuando, estava naqueles dias menos bons, nesses dias tenho que ir para a minha cozinha (meu Santuário) lá sinto-me protegida (não sei explicar melhor). 😏Resolvi fazer o bolo de iogurte que via a minha saudosa mãe fazer. A minha Mãe era uma cozinheira de mão cheia, adorava cozinhar, e nunca teve problemas de fazer comida para muitas pessoas,  mas fazer doces? Nunca foi do que mais gostava de fazer, pois comer, gostava. Na minha memória de criança lembro-me de ver a minha Mãe a fazer 👉estas argolinhas,  salame de chocolate,  bolo de bolacha, arroz doce, fatias paridas (douradas), o bolo de iogurte era o que vi a minha mãe fazer sempre, uma receita que lhe foi passada por uma vizinha do prédio ao lado mas que as varandas eram juntas e conversavam muito etc...Receita do bolo abaixo👇 só alterei, a minha mãe fazia o bolo de iogurte simples com iogurte simples ou de sabores conforme o que tinha em casa, e com óleo Fula que era o que sempre vi na casa dos meus pais, hoje com as modas, há óleos de tudo e todos, o caso deste que usei de coco que já o uso há pelo menos uns dois ou três anos, e reguei com a calda coisa que a minha mãe nunca fez, assim como o glacê. Obrigada minha mãe por estes sabores que tenho na minha essência.❤❤ As saudades sempre no auge.❤❤


Ingredientes:
-raspa de 5 tangerinas
-1 iogurte Grego
-1 copo de açúcar amarelo
-2 copos de farinha Branca de Neve
-1 copo de óleo de coco
-1 c. de sobremesa de fermento em pó
-3 ovos

Numa tigela peneirei a farinha Branca de Neve [uma Marca de Excelência, distinguida com o selo Superbrands] com o fermento e juntei o açúcar amarelo reservei. Noutra tigela bati os ovos, com o iogurte com a raspa das tangerinas. Adicionei o preparado dos ovos aos secos reservados e envolvi bem (sem bater), depois adicionei o óleo de coco, e voltei a envolver até obter uma mistura homogénea. Deitei o preparado numa forma untada e polvilhada de pão-ralado e levei ao forno pré-aquecido a 180ºC, até espetar o palito e o mesmo sair seco (no meu forno levou 35 minutos).


Depois de cozido o bolo retirei o mesmo da forma e voltei a coloca-lo na mesma onde reguei com uma calda que tinha feito previamente. Deixei o bolo arrefecer na forma e absorver a calda na totalidade. Quando o bolo estava completamente frio deitei por cima um glacê simples.

Calda:
-300 ml de sumo de tangerinas
-50 g de açúcar branco
-1 c. de chá de baunilha líquida

Levei os ingredientes ao lume até o açúcar derreter e o sumo espessar.


Glacê:
-1/2 chávena de açúcar em pó
-1 1/2 c. de sopa de água

Misturar tudo muito bem até obter uma mistura brilhante pronta a aplicar.

Nota: O copo de medida é o copo de iogurte de vidro que era o que havia quando eu era criança, mais tarde substituídos pelos de matérias plásticas ou sei lá o quê. Hoje já há muitas marcas de iogurtes que voltaram a usar copos de vidro. 



Pestana
Bimby
LG
Ambar
Cartuxa
Vista Alegre
Branca de Neve
Continente
LIDL
Sport Zone
O Prego da Peixaria
Bom Petisco
CTT
EDP
Recer
Revigrés
Médis
Remax
BPI
Millennium BCP
Montepio
American Express
Multibanco
Jornal de Noticias
Público
RFM
RTP
TSF
Renascença
OPEL
Mercedes
Sapo
Sport Lisboa e Benfica