quarta-feira, novembro 22, 2017

BROWNIE DE AVELÃS






Brownie eu e filhos adoramos. Há muito que não fazia, resolvi o problema e fiz um de avelãs. O filho vinha cá a casa, resolvi logo o problema da sobremesa.


Ingredientes:
-125 g de manteiga
-400 g de chocolate preto (usei Valrhona)
-150 g de açúcar (usei amarelo)
-1 pitada de sal
-4 ovos
-3 c. de sopa cheias de farinha Branca de Neve
-100 g de avelãs

Untei e forrei o fundo de uma forma quadrada com papel vegetal. Derreti em banho-maria a manteiga com o chocolate mexendo sempre. Juntei o açúcar e sal e bati até envolver bem. Juntei os ovos um a um batendo bem entre cada adição. Adicionei a farinha Branca de Neve [uma Marca de Excelência, distinguida com o selo Superbrands] e bati na velocidade máxima durante 1 minuto. Juntei as avelãs (levemente torradas numa frigideira anti-aderente) envolvi na massa. Deitei o preparado na forma e levei ao forno pré-aquecido a 180ºC, cerca de 18 minutos (estar firme mas no centro permaneça húmido. Deixei arrefecer na forma antes de tirar e cortar.



Pestana
Bimby
LG
Ambar
Cartuxa
Vista Alegre
Branca de Neve
Continente
LIDL
Sport Zone
O Prego da Peixaria
Bom Petisco
CTT
EDP
Recer
Revigrés
Médis
Remax
BPI
Millennium BCP
Montepio
American Express
Multibanco
Jornal de Noticias
Público
RFM
RTP
TSF
Renascença
OPEL
Mercedes
Sapo
Sport Lisboa e Benfica

segunda-feira, novembro 20, 2017

FRANGO CUBANO




Esta receita saltou de um dos muitos livros de culinária que habitam na minha casa.😍 Como ficou delicioso resolvi partilhar. Servi com arroz branco e feijão preto a receita já se encontra 👉aqui!


Ingredientes:
-frango (usei pernas de frango)
-1 c. de sopa cheia de mostarda
-1 cebola pequena
-1 c. de sobremesa de alho em pó
-100 ml de sumo de laranja
-50 ml de vinho branco
-2 c. de sopa de azeite
-sal marinho q.b.
-pimenta preta moída na altura q.b.

No liquidificador misturei a cebola picada, alho, azeite, vinho branco, mostarda, sal e pimenta até ficar uma pasta. Barrei as pernas cortadas com a mistura e deixei a marinar no frigorífico cerca de 2 horas. Ao fim desse tempo coloquei o frango num tacho e juntei o sumo de laranja e deixei cozinhar em lume brando. Depois coloquei o frango num pirex e levei a forno pré-aquecido a 190ºC, fui regando o frango com o molho para não ficar seco. Virei a meio para alourar de ambos os lados.

Estou no Instagram e Facebook aqui!🙋

"São precisas muitas mulheres para esquecer uma mulher inteligente."


(António Lobo Antunes)

sexta-feira, novembro 17, 2017

MARMELADA




A chegada do Outono (que não gosto, quem me segue ou conhece sabe que eu adoro é o Verão)😇 Detesto o frio, a chuva (que este ano está a fazer muita falta, mas como eu não sou o São Pedro, não é por não gostar de chuva que está a fazer alguma diferencia à atmosférica). Adoro o calor, o vestir pouca roupa, não ter que andar enchoiriçada com tanta roupa e mesmo assim ter frio. Pronto desde sempre quem me conhece sempre me ouviu dizer: se fosse milionária andava sempre atrás do Verão (viajar sempre para Países quentes) e quando chegasse o Verão ao meu País lindíssimo que é Portugal, ficava por cá sempre. 😎 Pronto mas o Outono traz outras coisas agradáveis, traz os marmelos para eu fazer a marmelada.😂Vamos deixar de conversas e vamos à receita. No blog, já são muitas receitas da mesma, além que tenho a receita da tão famosa marmelada branca de Odivelas que se encontra aqui!👈 Receitas de marmelada tenho várias no blog, basta carregarem no link na lateral onde diz marmelada. Vamos ver como fiz.


Ingredientes:
-1800 g de marmelos já descascados e sem caroço
-1800 g de açúcar branco


Para a marmelada ficar clara convém enquanto descasca os marmelos coloca-los logo numa tigela cheia de água, para os mesmos não escurecerem.

Cozo os marmelos numa panela com água a cobrir os mesmos. Quando cozidos escoo a água mas reservo um pouco da mesma o que neste caso foi 3/4 L e reservo os marmelos. Na panela coloco o açúcar e a água reservada (cobrir o açúcar) e deixo ferver até atingir o ponto de pérola, nessa altura junto os marmelos cozidos e mexo muito bem, deixo ferver e harmonizar textura e sabor. Passo com a varinha mágica e deixo levantar mais uma vez fervura. Deitei a marmelada em tigelas esterilizadas, e levei as mesmas num tabuleiro ao sol, para secar e ganhar uma delicada crosta, que depois pincelei com a ajuda de um pincel e aguardente pura e da boa (a aguardente que faço os meus licores) e coloco por cima o papel vegetal. Guardo na despensa e assim tenho marmelada todo o ano. Na foto só aparece 3 tigelas, mas a quantidade acima descrita deu 8 tigelas.

Nota: Eu guardo a marmelada dentro da despensa e aguenta um ano inteiro sem ganhar bolor, quando começo a usar uma tigela já guardo essa mesma no frigorífico.

Estou no Instagram e Facebook aqui!🙋

"Crê em ti mesmo, age e verás os resultados. Quando te esforças, a vida também se esforça para te ajudar."

(Chico Xavier)

quarta-feira, novembro 15, 2017

CASTANHAS ASSADAS COM DOCE DE ABÓBORA




O dia de São Martinho já lá vai, mas como São Martinho é quando uma mulher (eu) quer, trago hoje esta sobremesa com castanhas. A quem interessar óptimo, se não, coloquem no canto como eu faço a tudo o que não me interessa e esqueçam o que leram.😇

Ao falar com uma amiga, ela disse-me que adorava castanhas com doce de abóbora para sobremesa ou lanche. Como tinha feito o 👉doce de abóbora, resolvi passar pela Tremosseira e comprar as castanhas para fazer para sobremesa. Eu adorei, já a filha, grande apreciadora de castanhas, prefere comer as castanhas sozinhas. Há gostos para tudo e assim é que deve ser, comer o que mais prazer nos der...


O doce têm 👉aqui a receita. As castanhas assem como costumam assar, eu primeiro passo por água as castanhas (tirar qualquer pó😂) eu sei, eu sei sou surtada, já não há cura.😇 Depois com uma faca afiada, dou um golpe de um lado ao outro, coloco num tabuleiro e polvilho com sal marinho, e levo o tabuleiro a forno pré-aquecido a 190ºC, o tempo de cozinhar as castanhas e peles se soltarem (à volta de 15 minutos). No meu actual forno é muito rápido, mas cada um sabe do seu forno ok?

Estou no Instagram e Facebook aqui!🙋

"Cultivar estados mentais positivos como a generosidade e a compaixão decididamente conduz a melhor saúde mental e a felicidade."

(Dalai Lama)

segunda-feira, novembro 13, 2017

TRUFAS DE QUEIJO ROQUEFORT




Uma entrada simples e deliciosa. Há trufas doces, neste caso saíram salgadas. Eu chamei trufas, mas a receita falava em bolinhas. Esta receita foi a minha tia/madrinha irmã do meu saudoso pai que me passou há décadas, ela vivia em Bruxelas e quando vinha de férias a Portugal trazia sempre o queijo roquefort pois cá não havia e sendo o meu pai um grande apreciador de queijo, ela trazia o mimo para ele e para ela.😊 Saltou do meu👉 caderninho. Só fiz as minhas alterações. Vamos ver como fiz.


Ingredientes:
-150 g de manteiga com sal (usei sem sal)
-180 g de queijo creme (usei 120 g)
-100 g de queijo roquefort (usei 200 g)
-150 g de miolo de amêndoa sem pele torrado e picado grosseiramente (usei miolo de noz)
-coentros q.b. (usei salsa)

Colocar os queijos e manteiga no liquidificador e misturar até obter uma mistura sedosa. Numa tigela misturar a mistura com salsa picada e 50 g de miolo de noz picado grosseiramente, envolver bem e levar ao frigorífico até ficar com uma mistura firme. Com a ajuda de duas colheres de café fazer bolinhas (estilo pasteis de bacalhau mas em redondo) envolver nas restantes nozes picadas e colocar em formas de papel. Levar ao frio até servir.

Nota: Utilizei a manteiga sem sal, em causa eu aumentar a quantidade de queijo roquefort e como todos sabemos é um queijo que já tem a sua doce de sal, como o caso de trocar os coentros pela salsa, eu pensei e penso que bem, apesar de adorar coentros, achei que os mesmos iriam "abafar" o sabor do roquefort, que neste caso era o rei.

Estou no Instagram e Facebook aqui!🙋

"A maturidade soma experiências, requinte de sabedoria, conteúdo e elegância."


(Jacqueline Meireles)

sexta-feira, novembro 10, 2017

CHEESECAKE DE DOIS CHOCOLATES

Cheesecake é umas das sobremesas, mais simples e magistrais o caso desta. Este cheesecake serviu como sobremesa num dia que o filho vinha jantar, sendo ele um "amante" desta sobremesa como de chocolate, resolvi juntar e foi dois em um. Brutal como o filho disse. Vamos ver como fiz.

Ingredientes:
-200 g de bolachas Oreo
-50 g de manteiga
-400 g de queijo creme
-50 g de açúcar
-1 c. de chá de aroma de baunilha
-2 ovos
-100 ml de natas (usei Parmalat zerO% lactose)
-100 g de chocolate negro (usei Valrhona)
-100 g de chocolate de leite (Valrhona)


Ganache de chocolate:
-75 g de chocolate negro e 75 g de chocolate de leite (usei Valrhona)
-100 ml de natas (usei Parmalat zerO% lactose)

No processador triturei as bolachas até obter uma areia grossa. Numa tigela coloquei as bolachas e manteiga derretida em banho-maria e envolvi bem. Forrei o fundo de uma forma amovível com a mistura. Reservei no frigorífico. Juntei todos os ingredientes (excepto os chocolates) e bati com a batedeira até ter uma mistura cremosa e sedosa. Dividi em duas partes iguais. Numa coloquei o chocolate de leite derretido em banho-maria, e na outra o chocolate negro. Coloquei a mistura do chocolate de leite na forma e levei a forma em banho-maria ao forno pré-aquecido a 180ºC durante 20 minutos (até a mistura se mostrar firme). Nessa altura coloquei por cima a mistura do chocolate negro e levei de novo ao forno durante 1h30. Ao fim desse tempo retirei a forma do forno, deixei arrefecer e levei ao frigorífico 4h, ao fim desse tempo desenformei e cobri com o ganache.

Nota:  Forrei o exterior da forma com 3 camadas de papel de alumínio para não haver fugas e sujar-me o fogão.😂

Estou no Instagram e Facebook aqui!🙋

"Se as críticas dirigidas a você são verdadeiras, não reclame; se não são, não ligue para elas."

(Chico Xavier)

quarta-feira, novembro 08, 2017

CROQUETES DE CARNE




Neste 👉dia resolvi também fazer croquetes, com a carne que sobrou do cozido, ficaram uns croquetes deliciosos. Fritos não gosto muito de fazer, aliás é raro. Mas de vez em quando, gosto de fazer uns rissóis, croquetes ou pastei de 👉massa tenra, principalmente para aproveitar carne, peixe, bacalhau, polvo, leitão ou o que tiver sobrado. Como já tenho 👉aqui! Vamos à simplicidade no seu melhor como eu sempre disse e digo.


Ingredientes:
-250 g de carne de porco cozida (sobrou do cozido à Portuguesa)
-3 c. de sopa de manteiga
-1 folha de louro
-1 cebola pequena
-60g de farinha Branca de Neve
-1,5dl de leite
-2 ovos
-sal marinho
-pimenta preta moída na altura
-noz moscada ralada na altura
-pão ralado
-óleo girasol

Num tacho coloquei a manteiga, a cebola picada e o louro e deixei cozinhar em lume brando até a mesma ficar translúcida. Quando a cebola estiva cozinhada, juntei a farinha Branca de Neve [uma Marca de Excelência, distinguida com o selo Superbrands] e mexi até estar tudo bem ligado. Mexendo sempre, sobre lume brando, adicionei, o leite bem quente. Continuei a mexer até descolar do fundo. Juntei a carne (que piquei) e temperei com o sal marinho moído, a pimenta e noz moscada. Continuei a mexer até estar tudo bem envolvido. Fora do lume adicionei o ovo batido mexendo bem. Levei o tacho de novo ao lume e sempre a mexer até a mistura se descolar do fundo do tacho. Deitei a mistura num tabuleiro e deixei arrefecer. Depois moldei os croquetes e passei-os por ovo e pão ralado. Fritei em óleo bem quente, depois de fritos coloquei-os em papel de cozinha.

Nota: Na altura que se passa os croquetes em ovo e pão ralado, podem ser congelados se não forem para consumir no dia. Eu fritei metade a outra metade congelei.

Encontram-me no Instagram e Facebook aqui!🙋


Pestana
Bimby
LG
Ambar
Cartuxa
Vista Alegre
Branca de Neve
Continente
LIDL
Terra Nostra 
Sport Zone
O Prego da Peixaria
Bom Petisco
CTT
EDP
Recer
Revigrés
Médis
Remax
BPI
Millennium BCP
Montepio
American Express
Multibanco
Diário de Noticias

Jornal de Noticias
Público
RFM
RTP
TSF
Renascença
OPEL
Mercedes
Sapo
Sport Lisboa e Benfica
Sporting Clube de Portugal

segunda-feira, novembro 06, 2017

MUNFFINS DE MAÇA E GENGIBRE COM CRUMBLE DE CANELA E NOZES





Uma receita da Filipa Gomes, uma miúda cheia de pinta que adoro desde que comecei a ver os programas dela ainda da 1º série e depois com a saudosa Filipa Vacondeus que faziam o programa numa carrinha. Agora com o seu novo “Cozinha com Twist”.  Sempre adorei a simplicidade da Filipa, nos primeiros programas, mais envergonhada, mas depois desabrochou. Gosto da maneira vintage que se veste, além do seu bom gosto seguindo a mesma linha. Então é assim: Gosto da miúda e pronto.😍Além, que para mim não é só mais uma, e sim, marca e bem pela diferencia. Então vamos lá ver como é a sua receita.


Numa taça misturar:
-1ovo L
-⅓ de chav de óleo (usei óleo de coco)
-⅓ de chav de leite
-2/3 de chav de açúcar amarelo

Descascar 2 maças médias. Ralar 1 metade e cortar 1 e meia em cubinhos. Envolver com a mistura anterior.

Peneirar sobre a taça:
-1 chav de farinha de trigo Branca de Neve [uma Marca de Excelência, distinguida com o selo Superbrands]
-½ chav de farinha de trigo integral
-1 colher de café de sal
-2 colheres de chá rasas de fermento
-1 colher de sopa de gengibre em pó

Envolver sem bater e colocar numa forma com 12 buracos forrados.

Fazer rapidamente o crumble com
-6 colheres de sopa de açúcar
-1 colher de chá de canela
-1 mão cheia de nozes
-2 colheres de sopa de farinha
-2 colheres de sopa rasas de flocos de aveia
-3 colheres de sopa de manteiga fria

No processar juntar todos menos a manteiga e triturar. Acrescentar a manteiga e triturar novamente até virar uma areia molhada (se não tiverem processador, piquem as nozes com uma faca e misturem tudo com a ponta dos dedos)
Distribuir pela formas, calcando ligeiramente para que agarre à massa e levar ao forno por 18-20 minutos ou até o palito não sair molhado.

Nota: Uns Munffins simplesmente deliciosos. A crosta crocante do crumble a contrastar com a textura  húmida interior como todos os bolos ficam quando levam o ingrediente maçã. Receita a repetir, deu 12 munfins, mas as minhas formas de papel (como mostra as fotos) eram
grandes.

Encontram-me no Instagram e Facebook aqui!🙋


Pestana
Bimby
LG
Ambar
Cartuxa
Vista Alegre
Branca de Neve
Continente
LIDL
Terra Nostra 
Sport Zone
O Prego da Peixaria
Bom Petisco
CTT
EDP
Recer
Revigrés
Médis
Remax
BPI
Millennium BCP
Montepio
American Express
Multibanco
Diário de Noticias

Jornal de Noticias
Público
RFM
RTP
TSF
Renascença
OPEL
Mercedes
Sapo
Sport Lisboa e Benfica

sábado, novembro 04, 2017

MÃE, 6 ANOS DE GRANDES SAUDADES...❤


Minha querida mãe, mais um ano se passou desde a tua partida, e a dor continua profunda. Eu sei que não somos todos iguais, pois ao falar com pessoas que me dizem: -A vida continua e tudo passa, é a lei da vida... Sei que a lei da vida é:"todos nascemos e todos morremos" é o que temos certo na vida. Mas, não há dia nenhum que não pense ou fale com a mãe. Já para não dizer (chorar de saudades). Mãe, desde que fiquei orfã, o telefone cá de casa desliguei da ficha. Tenho telefone, mas é o mesmo que não ter. Só tinha o dito ligado, para as tuas chamadas e do saudoso pai, tanto que cada vez que o telefone tocava o meu coração parava. No dia da tua partida, simplesmente retirei a ficha, não fazia mais sentido a sua ligação, pois só  vocês me ligavam. Quem me conhece ligam para o telm. Há uns meses, precisei de fazer uma chamada Internacional e liguei o telefone à ficha, liguei o numero, quando oiço a "menina" a dizer:-Este numero não está atribuído. Fiquei um pouco confusa, quando me apercebi que nem tinha olhado para o numero a ligar, e sim liguei o numero de casa dos meus pais, mesmo passado 6 anos da tua partida, o numero continua registado em mim, Mãe, nem o numero de minha casa me lembro, mas o vosso está registado na minha essência, foi tantos anos a ligar. Mãe, hoje escolhi esta foto com 41 anos, uma foto que eu adoro, pois ao olhar para ela, este sorriso só vai acontecer quando vos abraçar de novo. O dia do meu casamento, eu com 17 anos e uns pais lindos como tive/tenho. Uma foto com 41 anos, mas os meus pais estão tão actuais o bom gosto do meu saudoso pai sempre tão presente. Sim, o vestido que a minha mãe está, foi desenhado pelo meu saudoso pai, as mangas e saia foi plissada num sitio em Campo de Ourique, o mesmo aconteceu com pochete (hoje chamam clutch) e sandálias. Minha querida mãe, hoje já desabafei contigo, agora só falta dizer o que sempre soubeste: que te AMO, obrigada por me ajudares a ser a mulher e mãe que sou hoje, e até àquele dia que te vou abraçar para todo o sempre pois eu acredito. ❤ ❤

sexta-feira, novembro 03, 2017

CREME DE NATAS QUEIMADO



Uma sobremesa rápida e deliciosa. Quem é apreciador de leite creme, vai adorar. A textura um pouco diferente, mas brutal! Só tenho uma foto, pois foi a sobremesa que fiz para um almoço de Domingo que o filho veio almoçar, e como queimei na altura, produções fotográficas quando estou com os meus filhos, a minha maior riqueza ? Desculpem mas a vontade é nenhuma de fotos, quero é aproveitar os filhos. Vamos ver como fiz!

Ingredientes:
-6 gemas
-80 g de açúcar
-1 c. de sopa de maizena
-1/2 litro de natas para bater Parmalat zerO% lactose
-casca de limão
-açúcar para queimar

Coloquei as gemas com o açúcar numa tigela e bati até obter um creme fofo e esbranquiçado. Dissolvi a maizena num pouco de natas tiradas ao meio litro. Juntei a maizena dissolvida ao creme de gemas. Num tacho coloquei as restantes natas, adicionei o creme de gemas com a maizena e a casca de limão. Levei o tacho ao lume e com a vara de arames fui sempre mexendo em lume brando até espessar. Retirei a casquinha de limão e deitei o creme numa travessa. Tapei com película aderente deixei arrefecer e levei ao frigorífico até à hora de servir. Nessa altura polvilhei com açúcar e queimei com o maçarico.

Estou no Instagram e Facebook aqui!🙋

"O saber se aprende com os mestres. A sabedoria, só com o corriqueiro da vida."


(Cora Coralina)

terça-feira, outubro 31, 2017

6º QUINZENA GASTRONÓMICA DA AGUARDENTE DOC LOURINHÃ



6ª QUINZENA GASTRONÓMICA DA AGUARDENTE DOC LOURINHÃ
Cerca de 40 receitas com uma das melhores aguardentes do mundo


Entre 16 e 26 de novembro, irá realizar-se a 6ª edição da Quinzena Gastronómica da Aguardente DOC Lourinhã, um evento que pretende promover este produto de excelência e que é considerado uma das três melhores aguardentes do mundo.

Durante 10 dias, a Aguardente DOC Lourinhã será o ingrediente “estrela” de cerca de 40 receitas gastronómicas, que vão desde o doce ao salgado, passando por alguns dos pratos portugueses mais caraterísticos, e que poderão ser apreciadas em 915 restaurantes.

Começando por um Cocktail com Aguardente DOC Lourinhã ou um Peixe Marinado com Citrinos e Aguardente DOC Lourinhã; passando, depois, para um Foie Grass com Aguardente DOC Lourinhã e Frutos Vermelhos; Gambas Flamejadas com Aguardente DOC Lourinhã; uma Salada d’Outono com Aguardente Lourinhã; Spaghetti al Nero di Gamberi com Aguardente DOC Lourinhã ou um Pastelão de Batata Doce com Bacon Aromatizado com Aguardente DOC Lourinhã, as opções são variadas e de deixar água na boca. Para sobremesa, a Aguardente combina na perfeição com uma Mousse de Chocolate; um Pudim de Café ou um Cheesecake de Caramelo e Ananás ou um Pudim de Pêra Rocha do Oeste Com Aguardente DOC Lourinhã.

Além da componente gastronómica, a iniciativa contará ainda com o lançamento do livro “Territórios Vinhateiros de Portugal – Lourinhã”, no dia 16 de novembro, às 18H00 no espaço Sabores Lourinhã e com o já “afamado” Dia Aberto de Visita à Adega Cooperativa da Lourinhã, no dia 18 de novembro às 15H00 (mediante inscrição prévia).

“A Aguardente DOC Lourinhã é uma das três melhores do mundo e por isso um motivo de orgulho. Com a Quinzena Gastronómica da Aguardente DOC Lourinhã, a autarquia pretende promover este produto da região e contribuir para a valorização e dinamização da economia local”, considera João Serra, Vereador da Câmara Municipal da Lourinhã com o pelouro do Turismo e Competitividade.

“O sucesso das últimas cinco edições da iniciativa comprova, por si só, o interesse em experimentar esta reinvenção da abordagem à aguardente DOC Lourinhã”, conclui o responsável.

A Quinzena Gastronómica da Aguardente DOC Lourinhã  é organizada pela Câmara Municipal da Lourinhã, em parceria com os produtores Adega Cooperativa da Lourinhã e Quinta do Rol, e vários estabelecimentos de restauração.

Entre os restaurantes que este ano irão participar no desafio da autarquia encontram-se: Areal Beach Bistrot By Chakall; Restaurante Barracão do Petisco; Restaurante Chico Neto; Jardim Cervejaria; Restaurante Vista Mar By Noiva do Mar; Paraíso da Foz; Pizza & Companhia; Pizzaria da Praia; Restaurante Castelo; Restaurante Dom Lourenço; Restaurante Os Severianos; Restaurante Pão Saloio; Sports Bar Restaurante e Hamburgueria; Restaurante Pão-de-Ló e o 100 Pratus.

Sobre a Região Demarcada de Aguardente DOC Lourinhã
A Região Demarcada de Aguardente Vínica de Qualidade com Denominação de Origem Controlada “Lourinhã” comemora 25 anos em 2017 (foi criada a 7 de março de 1992) e é composta por cinco municípios (Lourinhã, Bombarral, Óbidos, Peniche e Torres Vedras). A Região, única em Portugal para a produção exclusiva de aguardentes vínicas, é uma das três regiões demarcadas da Europa.

Estou no Instagram e Facebook aqui!🙋

segunda-feira, outubro 30, 2017

SHORTBREAD ESCOCÊS






Já tenho esta receita no blog👉aqui, mas como eu sempre digo: O excelente na sua simplicidade deve ser sempre partilhado as vezes que forem preciso o caso.😍



Ingredientes:
-1 chávena de manteiga à temperatura ambiente
-1 chávena de açúcar em pó mal cheia
-2 chávenas de farinha Branca de Neve

Aquecer o forno a 150ºC.
Amassar a manteiga até ficar fofa. Adicionar o açúcar e bater. Aos poucos adicionar a farinha Branca de Neve [uma Marca de Excelência, distinguida com o selo Superbrands] até estar encorpada. Numa superfície enfarinhada, formar uma bola e amassar com cuidado até a massa ficar macia. Embrulhar a massa em película e colocar no frigorífico durante uma hora. Retirar do frigorífico e numa superfície enfarinhada, dividir a bola em 3 a 4 partes. Com o rolo da massa estender até ter 1 centímetro de altura (não estender a massa muito fina). Cortar com o corta bolachas (ou um copo). Colocar num tabuleiro e cozer aproximadamente 10 a 20 minutos. Ter muita atenção quantos mais finos fizer mais rápido é a cozedura. O melhor é corta-las mais grossas, têm melhor textura. Estas carimbei!

P.S. O Facebook (re)lembrou-me uma memória de 2012 uma altura que o filho não estava em Portugal, mas mesmo longe recebeu as bolachas da mãe feitas com muito AMOR como tudo o que faço. Recebeu-as 9 dias depois além de muitos trambolhões que as caixas (2) deram. Na foto aparece só uma caixa.
 Como o filho, vinha jantar no Domingo a seguir, resolvi fazer as bolachas para o filho levar. O Facebook, por vezes tem destas coisas...
 Foto abaixo👇 é a que o filho partilhou no Facebook do Cozinhar com os Anjos na altura e o que escreveu.

 Sabor a casa para tirar o amargo da saudade 

Quem tem mães destas tem tudo 

Obrigado mãezinha!!
 





Encontram-me no Instagram e Facebook aqui!🙋



Pestana
Bimby
LG
Ambar
Cartuxa
Vista Alegre
Branca de Neve
Continente
LIDL
Terra Nostra 
Sport Zone
O Prego da Peixaria
Bom Petisco
CTT
EDP
Recer
Revigrés
Médis
Remax
BPI
Millennium BCP
Montepio
American Express
Multibanco
Diário de Noticias

Jornal de Noticias
Público
RFM
RTP
TSF
Renascença
OPEL
Mercedes
Sapo
Sport Lisboa e Benfica

sexta-feira, outubro 27, 2017

DOCE DE ABÓBORA





Quando chega o Outono gosto de fazer o doce de abóbora, abóbora a mim "cheira" a Natal. Nesta altura do ano para uma grande maioria cheira a Halloween, 👿 desde o início do mês de Outubro, é Halloween por todo lado, seja nas grandes superfícies seja nas pequenas. É um nome que não me diz nada, o que me diz, é o Dia de todos os Santos, pois esse recordo em criança, de nunca ter andado a pedir " o Pão por Deus" com muita pena minha, via as minhas amigas a faze-lo mas o meu saudoso pai, não deixava os filhos fazerem. Em criança recordo que não sabia se quer o significado desse dia, sabia sim que era dia de irem ao cemitério, agora o resto não! Com o passar dos anos claro que fiquei a saber, mas também sou sincera é um dia que não me diz nada. Cemitérios, não gosto! Sim, porque há pessoas que adoram andar a visitar as campas e jazigos (vi e vejo isso quando ia visitar o meu saudoso pai e vou visitar a minha saudosa mãe). Não sou mulher de cemitérios mesmo, sou mulher que acredita que se deve fazer é enquanto somos vivos e não depois de mortos, assim foi com os meus pais, fui visitar o meu pai (até o levantamento do corpo e posterior cremação do meu pai) quando eu sentia necessidade e nunca em dias que o calendário dita. O meu coração é que mandava e manda nas minhas visitas à gaveta da minha mãe. Mas voltando atrás, como escrevi, Halloween é mais uma moda que os Portugueses copiaram como adoram fazer com tudo, enfim, não é de todo a minha "praia", não gosto! Mas não digo, que a nível de futuro quando tiver netos que não entre no espírito por eles e para eles.😍 Por isso, nunca viram aqui no blog receitas ou enfeites alusivos a esse dia, é só porque não gosto, assim como não gosto do Carnaval. Agora do Natal sempre adorei, principalmente até os meus pais partirem, pois a partir dessa altura tornou-se numa quadra triste para mim, as cadeiras vazias são sempre dolorosas de olhar e sentir. A azafama que se passava sempre na minha cozinha com a minha saudosa mãe, era trabalho de equipa, sabíamos o que cada uma fazia, sem quase precisar de palavras. Hoje continuo a fazer mas só, é sempre uns dias tristes para mim, estou no meu Santuário (cozinha) a cozinhar, mas as lágrimas continuam a rolar, o tempo passa mas a dor continua... Já me alonguei demais hoje para sacrifício vosso que me acompanham e lêem. Pronto, abóbora para mim cheira a Natal e chegando esta altura é sempre quando faço o meu doce de abóbora, apesar de haver abóbora todo o ano, mas para mim é na altura de Outono que me apetece fazer e faço. A receita já se encontra no blog, mas como eu sempre digo: o bom deve ser sempre partilhado e (re)lembrado.


Ingredientes:
- 2 kg de abóbora descascada e sem filamentos e pevides
- 1,600 kg de açúcar amarelo
-1 casca de laranja inteira
- 3 cravinhos
- 3 paus de canela
Pico a abóbora no processador, deito a mesma numa panela. Junto o açúcar, a casca da laranja, os cravinhos e os paus de canela. Levo ao lume a ferver até fazer ponto de estrada, convém já ter esterilizado os frascos. Quando o doce está no ponto deitar nos frascos esterilizados, fechar ainda quente e virar os mesmos até arrefecer. Guardar em lugar seco. Deu 8 frascos.

Estou no Instagram e Facebook aqui!🙋

"Eu (não) adoro o Halloween, é o único dia do ano em que todos usam uma máscara, e não apenas eu. As pessoas gostam de fingir que são monstros, enquanto eu tenho que passar o ano fingindo que não sou um."

(Dexter Morgan)